Notícias

Loading...

Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

IX ENANPEGE-Goiânia 2011

Entre os dias 8 e 12 de outubbro está ocorrendo o IX encontro Nacional da Associação de Pós-graduação e Pesquisa em Geografia, na Universidade Federal de Goiás. Nesta segunda-feira, o Bioclima acompanhou a mesa redonda Naturea, território e territorialidades - contribuições da geografia. A mesa foi superinteressante, pois colocou em evidência duas posturas distintas em relação ao entendimento do território, a partir da dimensaão escalar. De acordo com a provocação de Antonio Carlos Robert de Morais, a Geografia não pode abandonar a instância do macro poder, que define as lei e gerencia o Estado, e não darmos tanto destaque a escala local, das dimensões simbólicas, que não se coadunam com as definições de políticas territoriais nacionais. em contra partida Rogério Haesbaert, que tem como base a leitura de Michel Foucault, em sua publicação do livro Micro Física do Poder, valoriza as dimensões das territorialidades fora do estado, mas não as desconsidera, até mesmo porque não há gestão do território sem o Estado.


Amanhã continuaremos mostrando um pouco mais do evetno. nos acompanhem.


Mesa Redonda Natureza, território e territorialidades
Professora Maria Geralda de Almeida - Coordenadora geral do IX ENANPEGE-2011
Flávio Rodrigues do Nascimento (UFF) e Dirce Suertegaray (UFRGS) na mesa redonda Natureza, território e territorialidades

Palestrantes Antonio Carlos Robert de Moraes (USP) a direita e Rogério Haesbaert da Costa (UFF) a esquerda, na mesa redonda Natureza, território e territorialidades

Mesa redonda Natureza, território e territorialidades, realizada no IX ENANPEGE




Fotos do Bioclima-UFV

Nenhum comentário:

Postar um comentário